O governamento da expressão escrita de alunos de sétima série (8° ano) a partir da olimpíada de língua portuguesa: gênero memórias literárias

DSpace/Manakin Repository

O governamento da expressão escrita de alunos de sétima série (8° ano) a partir da olimpíada de língua portuguesa: gênero memórias literárias

Show full item record

Title: O governamento da expressão escrita de alunos de sétima série (8° ano) a partir da olimpíada de língua portuguesa: gênero memórias literárias
Author: Vidor, Joseida Luiza
Abstract: Este estudo discute acerca da produção textual de alunos de séries finais do Ensino Fundamental a partir da participação no programa Olimpíada de Língua Portuguesa – Escrevendo o Futuro. Observa-se que a rede de ensino brasileira vive uma carência quanto ao emprego da norma culta da língua portuguesa. Não somente nas produções escritas dos alunos, mas também nas produções didáticas dos professores, percebem-se resistências e limitações. O Brasil, pode-se dizer, é uma nação que conhece insuficientemente a sua língua materna na forma escrita e, desse modo, a escola, os órgãos públicos e as políticas (programas) educacionais se apresentam como várias estratégias de governamento da língua. Assim, objetivo identificar quais são as estratégias de governamentalidade presentes no programa e como essas estratégias se fazem presentes na conduta das aulas de Português da professora e dos alunos participantes. Os sujeitos deste estudo foram alunos de sétima série (8º ano) do Colégio Estadual Onofre Pires, no município de Santo Ângelo – RS - Brasil. Foi desenvolvida uma pesquisa qualitativa, documental, opção teórica-metodológica e análise de discurso na perspectiva de Michel Foucault. Como material analítico foi utilizado o processo de produções discursivas textuais do gênero memórias literárias. As análises e as reflexões embasaram nas discussões conceituais de governamentalidade (FOUCAULT). A partir do resultado das análises, focalizo um movimento complexo de governamentalidade tanto dos alunos como dos professores. Desse modo, os atores (professores e alunos) estão numa ‘teia’ a qual é nomeada como uma governamentalidade ampla em relação ao processo de construção do aperfeiçoamento da expressão escrita. Com isso, indica-se um processo em curso de condução didática pedagógica dos professores pelos recursos didático-pedagógicos de capacitação oferecidos pelo programa, o qual ajuda administrar a condução da docência. Norteando a conduta de ambos. Nesse movimento destaca-se a mobilização do processo em que as produções textuais dos alunos passam a ter um significado amplo e rico de discussões e ampliações dos argumentos, no alargamento da produção escrita. Uma nova economia regulatória (a olimpíada) que liga a conduta da produção escrita dos alunos a uma organização de objetivos de “ação à distância” a nível Nacional.
Description: 96 f.
URI: http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/2310
Date: 2014-07-16

Files in this item

Files Size Format View Description
Joseida Luiza Vidor.pdf 2.683Mb PDF View/Open Dissertação

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account