Adaptabilidade e estabilidade em aveia branca na busca de genótipos voltados a uma agricultura sustentável

DSpace/Manakin Repository

Adaptabilidade e estabilidade em aveia branca na busca de genótipos voltados a uma agricultura sustentável

Show full item record

Title: Adaptabilidade e estabilidade em aveia branca na busca de genótipos voltados a uma agricultura sustentável
Author: Wohlenberg, Maísa Didoné
Abstract: 14 genótipos de aveia (Avena Sativa L.) foram avaliados quanto à adaptabilidade e estabilidade para os parâmetros Rendimento de Grãos, Massa de Mil Grãos, Peso Hectolitro e Rendimento Industrial com a ausência e presença de fungicida e análise conjunta no município de Augusto Pestana, durante os anos agrícolas de 2010, 2011, 2012 e 2013. O método estatístico adotado foi de regressão linear de Eberhart & Russel. A presença de significância para anos e genótipos, indicou comportamento diferencial de genótipos frente às variações de ambiente e revelou forte interação genótipo (G) x ano (A) nas condições de ambientes favoráveis e desfavoráveis. A análise de dados permitiu verificar que a interação ano contribui em maior parcela do que a variabilidade genética das cultivares testadas. A aveia branca mesmo representando uma espécie de forte dependência do uso de fungicida evidencia cultivares de grande potencial buscando a redução do elemento químico na ausência de fungicida. Além disto, em cada condição de presença e ausência da molécula química é observada adaptabilidade geral e específica com estabilidade nas cultivares estudadas, o que denota o potencial buscando melhores recomendações e emprego em blocos de cruzamentos buscando agregar agentes de rendimento e qualidade de grãos com estabilidade. No caráter Rendimento de Grãos destaca-se a cultivar FAEM 4 Carlasul que apresentou biótipo ideal na ausência de fungicida e presença fungicida bem como na análise conjunta envolvendo anos e fungicida. Inclusive, com elevadas médias com adaptabilidade geral e estabilidade. Inclusive, a cultivar Corona que se enquadrou como biótipo ideal na presença e ausência do produto químico mostrou-se instável na análise conjunta. Na Massa de Mil Grãos as cultivares URS Corona e URS Torena mostraram destaque, sendo a URS Torena com adaptabilidade ampla e estabilidade na presença de fungicida. Por outro lado, na ausência do produto químico e na análise conjunta mostrou adaptabilidade a ambientes específicos favoráveis e com estabilidade. Nesta variável a cultivar URS Corona se mostrou estável apenas na presença de fungicida. O Peso Hectolitro destacou a cultivar URS Guria com ampla adaptabilidade e estabilidade associada a elevadas médias nos três cenários estudados. Por outro lado, a cultivar URS Corona evidenciou elevadas médias com adaptabilidade ampla e instabilidade para o ambiente sem fungicida e adaptabilidade a ambiente desfavorável na análise conjunta. No Rendimento Industrial as cultivares URS Corona e URS Taura mostraram elevadas médias na ausência e presença de fungicida e análise conjunta, entretanto, somente a URS Taura mostrou estabilidade de cultivo na presença de fungicida. Nos demais cenários todas evidenciaram comportamento instável. Neste caráter, também destaque para a URS Corona pela adaptabilidade ampla na ausência de fungicida e análise conjunta. Em termos gerais a cultivar URS Corona demonstra aptidão para ser usada em programas de melhoramento para futuros cruzamentos pelo elevado desempenho auferido para todos os caracteres sob distintas condições. Também comprova que pode ser melhor direcionada e aproveitada pelos agricultores do noroeste do Rio Grande do Sul.
Description: 48 f.
URI: http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/2435
Date: 2014-10-28

Files in this item

Files Size Format View Description
TCC MAISA.pdf 798.2Kb PDF View/Open Trabalho de Conclusão de Curso

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account