E-commerce versus varejo físico: a preferência de homens e mulheres na compra de sapatos e tênis

DSpace/Manakin Repository

E-commerce versus varejo físico: a preferência de homens e mulheres na compra de sapatos e tênis

Show full item record

Title: E-commerce versus varejo físico: a preferência de homens e mulheres na compra de sapatos e tênis
Author: Schallenberger, Lucas
Abstract: O varejo físico é um dos principais setores da economia brasileira, sendo um dos principais responsáveis pela geração de emprego, renda e desenvolvimento de estados e municípios, quando explorado de forma inovadora e eficiente. De 2004 até 2013 o varejo evidenciou um crescimento fora do comum, chegando a casa de 106,2% de aumento, gerando mais de 3,7 milhões de empregos nos últimos 10 anos, apresentando uma taxa de crescimento de 6% ao ano, segundo pesquisa do IDV (2013) Instituto de Desenvolvimento do Varejo. No entanto nos últimos 14 anos a internet abriu um novo e moderno meio de compra e venda de produtos, colocando em evidência outro setor varejista que vem se destacando e ganhando espaço na economia, o varejo online ou e-commerce, sites na internet que oferecem produtos para vendas, sem a necessidade de um espaço físico, ou vendedores em contato direto com clientes, o que acaba diminuindo custos e facilitando as vendas, pois se podem aumentar as facilidades de venda junto aos sues clientes, eliminando intermediários e abrindo uma conexão direta entre cliente e produto, o que acarreta em preços menores e condições de pagamento mais longo. Portanto se faz necessário que os gestores do varejo tradicional entendam o comportamento do consumidor, que de acordo com a velocidade que o mercado tem se modificado vem sendo inseridas em uma constante busca do menor desperdício de tempo possível, quando se diz respeito a encontrar e comprar seu produto ou serviço. As organizações analisando esses fatores através de pesquisas de marketing de relacionamento percebem que além de velocidade os clientes buscam diversidade de produtos, qualidade, preços baixos, e facilidades para realizar suas compras on-line. Schiffman e Kanuk (2000). O trabalho demonstra algumas tendências no comportamento consumidor no que diz respeito à utilização do e-commerce, além do perfil de compra de homens e mulheres quanto ao uso dos canais de varejo virtual e físico ao adquirir sapatos e tênis, focando no ramo de sapatos e tênis masculinos e femininos na região noroeste do estado do Rio Grande do Sul. Teve como foco principal apresentar as preocupações e situações as quais evidenciem o quanto o varejo está sendo impactado com o comércio virtual, buscando através de análise dos resultados apresentar oportunidades de melhorias para que o varejo físico de sapatos e tênis masculinos e femininos continue em crescimento constante. Para a realização desta pesquisa foi utilizado o método exploratório, pois a mesma se utiliza de ferramentas bibliográficas e documentais que de acordo com MARCONI (1999, p.73) são todas as publicações sobre o tema a ser estudado o como boletins, jornais, revistas, livros, pesquisas, monografias, teses, material cartográfico, além de meios de comunicação orais: rádio, gravações em fitas magnéticas e audiovisuais, filmes e televisão. Tendo como principal objetivo direcionar o pesquisador a aprofundar-se no assunto a ser estudado, com todo o tipo de material dito, escrito ou filmado sobre o assunto a ser pesquisado. É também descritiva sendo a mesma baseada no método survey MALHOTRA (2001) baseando-se em perguntas interrogativas aos participantes da pesquisa a fim de se descobrir seus comportamentos, atitudes, percepções, motivações, características demográficas e estilo de vida. Os questionários com 39 questões foram distribuídos e aplicados na região noroeste do estado do Rio Grande do Sul, onde foram entregues 370 e retornaram respondidas 289 pessoas tendo em sua maioria de respondentes pessoas do sexo feminino solteiras. Após recolhidos os questionários foram tabulados fazendo o uso da ferramenta Microsoft Office Excel 2010, gerando gráficos que foram posteriormente analisados e utilizados como base para sugestões de melhorias para o varejo físico. Durante a pesquisa de campo foram entregues 370 questionários, onde foram respondidos e validados 289 questionários, totalizando 78% que puderam ser tabulados e analisados, sendo as cidades de Santa Rosa, Três de Maio, Horizontina, Tuparendi e Tucunduva as mais participantes. A maioria dos entrevistados é do sexo feminino 54% destes e 46% são do sexo masculino, 41% a maioria dos entrevistados tem renda entre R$ 1.501,00 a R$ 2.900,00, com relação ao estado civil dos entrevistados encontra-se uma grande diferença entre solteiros e os demais estados civis, grande parte disso devido à média de idade com maior índice que foi de 21 a 30 anos com 62% dos pesquisados, 182 pessoas dos 289 pesquisados se dizem solteiras o que representa 63% do total dos entrevistados. Os entrevistados em sua maioria 88,89% já utilizam a internet de 6 a 10 anos, utilizando mais frequente mente a rede mundial de computadores em casa com 79,3% e no trabalho com 42,4%. As maiorias dos 289 pesquisados dizem ter conhecimento médio sobre a internet, conhecimento este suficiente para auxiliar seu dia-a-dia, a maioria utiliza desse conhecimento em internet trabalhos e pesquisas 75,4% e para comunicação com outras pessoas, através de redes sociais e e-mails. Com relação à preferência de compra, 76% das pessoas a grande maioria dos entrevistados disseram preferir comprar sapatos e ou tênis no varejo físico, e apenas 24% destes preferem comprar estes produtos no e-commerce. Considerando que 24% dos entrevistados preferem comprar sapatos e ou tênis no e-commerce, grande parte 50,90% destes concordam plenamente que utilizam este canal de compra pela economia de tempo, já 67,9% disseram que a maior variedade de produtos é o que as leva a comprar em lojas online, as promoções constantes existentes no e-commerce também são diferenciais para os clientes que preferem comprar no varejo online, e como fator decisivo para a compra nas lojas online os entrevistados que preferem esse canal de compra disseram os preços são o fator mais importante para a compra de sapatos e ou tênis via internet, com 75% das pessoas afirmando utilizar o e-commerce pelo fator preço. Já com relação aos 76% dos entrevistados que preferem comprar sapatos e ou tênis no varejo físico, 41% destes preferem utilizar o varejo tradicional pois assim podem tocar os produtos que querem adquirir, 41% dos entrevistados que disseram optar por comprar esses produtos no varejo físico afirmaram concordar plenamente com o fato de que a possibilidade de negociar preços diretamente com o vendedor seja diferencial na ida ao varejo físico, ao contrário do e-commerce lojas virtuais que não possibilitam a negociação de preços já dos entrevistados 45% concordaram plenamente que os sapatos e tênis expostos nas prateleiras ajudam na escolha do produto. A maioria dos entrevistados que preferem o canal de compra e-commerce, 42% disseram ter gastado nos últimos 3 anos em sapatos e ou tênis entre R$ 1.001,00 e R$ 2.000,00, onde 44% do total de entrevistados que preferem o ecommerce para comprar estes produtos responderam ter comprado nos últimos 3 anos de 2 a 4 pares de sapatos e ou tênis, preferindo utilizar para pagar essas compras o boleto á vista com 60% da soma destes entrevistados. Já a maioria dos 76% dos entrevistados que preferem o varejo físico para compras sapatos e ou tênis responderam ter gasto nos últimos 3 anos com esses produtos entre R$ 2.001,00 e R$ 4.000,00 sendo estes 51% do total dos 214 homens e mulheres que preferem o varejo tradicional, a maior soma destes entrevistados 55% responderam que nos últimos 3 anos compraram mais de 6 pares de sapatos e ou tênis utilizando também em sua maioria o boleto a vista para efetuar esses pagamentos. Com a elaboração deste presente trabalho de conclusão de curso o buscouse identificar o canal de compra preferido por homens e mulheres do noroeste do estado do Rio Grande do Sul, na compra de sapatos e tênis para calçar seus pés, se varejo físico ou e-commerce, destacando algumas características básicas dos 289 pesquisados, os mesmos são em sua maioria jovens 62% tem idades entre 21 e 30 anos, sendo em maior quantidade do sexo feminino, com renda entre R$ 1.501,00 e R$ 2.900,00 e a grande maioria dos entrevistados são solteiros com ensino superior incompleto. Mesmo com a grande popularização do e-commerce, um canal de compras facilitado onde os consumidores podem fazer suas compras no conforto do seu lar, em poucos cliques e em questão de minutos, podendo parcelar as mesmas em mais de 10 vezes sem juros, tendo uma grande gama de informações dos sapatos e ou tênis que deseja adquirir, os pesquisados ainda tem grande preferência por comprar estes produtos no varejo tradicional ou físico. Mais de 76% dos questionados preferem adquirir sapatos e ou tênis no varejo físico, gastando em média de R$ 150,01 a R$ 250,00 na compra desses produtos, nos últimos 3 anos os clientes compraram mais de 6 pares de sapatos e ou tênis, preferindo utilizar como forma de pagamento o boleto a vista, porém em sua ultima compra esses clientes em sua maioria disseram ter utilizado com forma de pagamento o crediário/carnê, A satisfação desses clientes com o varejo físico também é algo de grande destaque mais de 75% dos entrevistados estão estre satisfeitos e muito satisfeitos com as lojas físicas, isto remete a grande maioria de entrevistados que ainda prefere comprar no varejo físico sapatos e ou tênis. Os tênis tem preferência de compra no varejo físico com relação aos sapatos, mais de 65% dos entrevistados dizem ter comparado mais tênis do que sapatos nesse canal de compra, ou seja, 130 dos 214 entrevistados que disseram preferir comprar esses produtos em lojas físicas. Enquanto os compradores que preferem o e-commerce em sua maioria afirmaram que buscam comprar sapatos e ou tênis nesse canal de compra pelos melhores preços do que o varejo tradicional, os clientes que dizem preferir o varejo físico afirmaram preferem compras sapatos e ou tênis no varejo tradicional pela facilidade em poder provar os produtos, sentir se o mesmo é adequado e é o mais indicado para calçar o seu pé, por isso foi sugerido como melhoria para o varejo físico que explore este ponto chave, treinando equipes de vendas que entendam das necessidades dos clientes e ofereçam o produto que realmente seja o mais adequado ao cliente, sendo este um vendedor consultivo e preparado para atender a clientes cada vez mais exigentes.
Description: 121 f.
URI: http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/3264
Date: 2016-04-12

Files in this item

Files Size Format View Description
TCC - LUCAS SCHALLENBERGER.pdf 1.136Mb PDF View/Open Trabalho de Conclusão de Curso

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account