Perfil dos idosos praticantes de pilates

DSpace/Manakin Repository

Perfil dos idosos praticantes de pilates

Show full item record

Title: Perfil dos idosos praticantes de pilates
Author: Casalini, Elenise Daiane Budel
Abstract: A imensa maioria dos idosos relata estar bem de saúde, dentro deste contexto, as praticas preventivas ocupam, então, um lugar de destaque. Os resultados de diversas pesquisas apontam que a pratica regular e sistemática de atividade física revela-se como um dos principais benefícios inerentes à longevidade, contextualizando-a numa dimensão de estratégia tanto profilática como curativa para os distúrbios ou as disfunções associadas ao envelhecimento. O estudo, de caráter descritivo, realizou-se na instituição “Pilates Studio Gym” que realiza atendimentos específicos do método Pilates com aparelhos no município de Ijuí/RS. Esta vivência teve como objetivo observar a dinâmica funcional do serviço, a partir disso traçar o perfil dos idosos praticantes de Pilates. A coleta de dados ocorreu a partir das fichas de inscrições que os praticantes de Pilates preenchem ao iniciarem a pratica do método, totalizaram-se 169 fichas. A análise dos dados foi feita utilizando-se estatística descritiva. Observou-se que a dinâmica funcional do Pilates Studio Gym esta em consonância com o que é preconizado pelos Conselhos Profissionais de Educação Física e Fisioterapia, além de conjugar a proposta original de Pilates com novas técnicas e recursos atualmente disponíveis tirando o máximo proveito das possibilidades terapêuticas desta modalidade. A forma de atuação através de uma proposta multiprofissional no cuidado a saúde dos praticantes, faz com que diferentes objetivos e abordagens profissionais sejam socializados e tenham influência positiva na busca de um envelhecimento saudável. Quanto ao perfil dos praticantes: 22% são idosos. Dentre os idosos a maioria são mulheres 68%, 58% praticam pilates uma vez por semana, a maioria 42,1% começaram a pratica por indicação de outros já praticantes, 76,3% ingressaram com o objetivo de reduzir a dor. Apenas 37% dos idosos contemplam em suas atividades os diferentes componentes da aptidão funcional. A maior concentração de idosos se dá no turno da manhã, 50%, também a maioria é atendida por fisioterapeutas 68%. Vários apresentaram déficit de flexibilidade e incidência de dor. A maioria, 65,8% apresenta uma velhice produtiva. A fim de possibilitar uma melhora significativa na manutenção da independência e autonomia de idosos, bem como dos envelhecentes, faz-se necessário agregar ao treinamento os componentes faltantes da aptidão funcional que não são contemplados na pratica do método Pilates. Essa associação assegura a manutenção da mobilidade e da agilidade, prolongando a independência do idoso e melhorando sua qualidade de vida.
Description: 37 f.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/487
Date: 2011-12-20

Files in this item

Files Size Format View Description
PÓS ELENISE.pdf 315.0Kb PDF View/Open Monografia

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account