O que revelam as páginas de um livro? o olhar expressivo da criança e do educador no mundo imaginário dos livros

DSpace/Manakin Repository

O que revelam as páginas de um livro? o olhar expressivo da criança e do educador no mundo imaginário dos livros

Show full item record

Title: O que revelam as páginas de um livro? o olhar expressivo da criança e do educador no mundo imaginário dos livros
Author: Camini, Marcia Andreia Pizolotto
Abstract: Esta pesquisa foi realizada com a intenção primordial de refletir sobre as questões educativas, associadas à literatura infantil – a importância da literatura infantil na constituição do sujeito como um todo: a sua imaginação, a criatividade, o despertar de um olhar expressivo e de sentimentos que se manifestam e se propagam no momento da contação/apresentação de uma história. Nesta discussão trar-se-á a temática da literatura infantil, considerando a complexidade desses saberes no ensino. Para essas considerações, busco amparo nas obras de Nelly Novaes Coelho (1981, 1991, 2000, 2012), Diana e Mario Corso (2006, 2011, 2014), Maria Helena Zancan Frantz (1997, 2001, 2011), Paulo Freire (1982, 1996, 2002), dentre outros. Nessa trajetória, além dos conhecimentos teóricos, o trabalho foi constituído na forma singular de pesquisa qualitativa, em que a pesquisadora se transforma em objeto de investigação: suas aulas, sua relação com a literatura e sua forma de lecionar que integra sentimento e racionalidade e investe na interação com o educandocriança para acompanhar a produção de interesse e contentamento na sua relação com o livro e com a “história”. Para tanto, empregou-se os seguintes procedimentos de investigação: consulta a anotações e objetos da professora, revisão bibliográfica e pesquisa de campo – cujo instrumento de obtenção de dados foi “cartas-emails trocados entre a docente e ex-alunos – hoje em fase de formação universitária ou atuando no mercado de trabalho. Assim, este estudo foi dividido em três Capítulos. O primeiro aborda: A menina que virou professora maluquinha; o segundo, De letra em letra a construção da história; o terceiro, Viagem no tempo – do imaginário à realidade. Após os estudos realizados, muitas concepções foram reformuladas, novas surgiram e outras se fortaleceram. Entre elas, a convicção de que como o livro infantil ou uma experiência com a literatura (contar histórias), pode contribuir para a formação da criança quanto aos aspectos social, afetivo, cognitivo e cultural, proporcionando reflexões importantes acerca das questões que permeiam a leitura e a contação de histórias em sala de aula no Ensino Fundamental, mais especificamente nos anos iniciais. Desse modo, percebemos que se fazem necessárias discussões e estudos, nas escolas, que enfatizem o momento da literatura e leitura em sala de aula possibilitando momentos específicos e diferenciados quanto ao uso do livro, da literatura infantil, do lúdico, do professor personagem, de unir o conhecimento teórico com o pedagógico e a didática, de criar momentos de saber com sabor, que possibilitem refletir sobre suas práticas e também problematizar a forma da contação de histórias, encontrando alternativas para o trabalho com as crianças no processo de ensino aprendizagem.
Description: 98 f.
URI: http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/5009
Date: 2018-05-08

Files in this item

Files Size Format View Description
Marcia Andreia Pizolotto Camini.pdf 7.488Mb PDF View/Open Dissertação.

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account