Quando a Educação Física vira aula: mudança nas concepções pedagógicas de professoras dos Anos Iniciais participantes de uma experiência de formação continuada colaborativa

DSpace/Manakin Repository

Quando a Educação Física vira aula: mudança nas concepções pedagógicas de professoras dos Anos Iniciais participantes de uma experiência de formação continuada colaborativa

Show full item record

Title: Quando a Educação Física vira aula: mudança nas concepções pedagógicas de professoras dos Anos Iniciais participantes de uma experiência de formação continuada colaborativa
Author: Souza, Vanessa Mastella Lena de
Abstract: O professor dos Anos Iniciais é o responsável em trabalhar com os conhecimentos de diferentes componentes curriculares, entre eles a Educação Física, foco de minha pesquisa. Alguns estudos mencionados no referencial do estudo constatam a fragilidade dos conhecimentos do professor de Anos Iniciais sobre o ensino da Educação Física, bem como apresentam os desdobramentos no trabalho realizado nos contextos escolares. Considerando este cenário, a pergunta que orientou minha pesquisa foi: Quais as possíveis mudanças nas concepções pedagógicas de professoras dos Anos Iniciais participantes de um grupo colaborativo sobre o ensino da Educação Física? Dessa forma, objetivou-se analisar os sinais de mudança de concepções pedagógicas de professoras dos Anos Iniciais participantes de um grupo colaborativo sobre o ensino da Educação Física. Para tanto, operou-se metodologicamente com a realização de uma pesquisa-ação, com três professoras atuantes no 5º ano do ensino fundamental, de escola pública, situada na região Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Professora pesquisadora e professoras dos Anos Iniciais, em perspectiva de colaboração constituíram Grupo de Estudo, abordando diferentes temas, na tentativa de uma transformação dos modos de compreender e ensinar a Educação Física. No período de março a julho do ano de 2015, foram realizados 10 encontros de estudo. As técnicas utilizadas para a produção dos dados foram a entrevista, a observação, a análise de documentos, o diário de campo e o registro das interações entre as participantes durante os encontros de formação continuada. Na tentativa de análise dos dados produzidos propus quatro eixos específicos: (a) concepções iniciais, (b) novos olhares, (c) sinais de mudança; (d) não só da Educação Física. No que se refere as “concepções iniciais” as análises revelaram que, de maneira geral, as professoras demonstram visões tradicionais do componente. Quando se trata de ensinar os conteúdos do mesmo, todas expressaram dificuldades, geralmente atribuídas a falta de conhecimento e experiência. A partir da formação colaborativa, os “novos olhares” apontados pelas docentes, em linhas gerais, indicam a aparição de mudanças nas concepções das professoras em direção a uma Educação Física renovada, fato este que aparece tanto nas discussões sobre os fundamentos do componente, como nas proposições orientadas ao ensino. Na pesquisa, a análise de alguns episódios da experiência de formação, revelaram momentos e circunstâncias (leituras, diálogos, reflexões) que foram essenciais para as professoras modificarem o entendimento da Educação Física em um conjunto de aspectos chaves. Estes aspectos possibilitaram passar a pensar as aulas deste componente em um formato didático similar às de outros componentes, historicamente consolidados, bem como a conceber alternativas de articulação em projetos interdisciplinares. Em linhas gerais, as professoras expressaram nível de satisfação em participar da formação colaborativa com base em diferentes pontos como: a (re)construção de concepções antigas; aprofundamento nos conhecimentos específicos do componente e a possibilidade de ressignificar os saberes na prática pedagógica; a importância de uma relação de parceria estabelecida entre a universidade e as escolas; motivação para continuar participando de formações para atualização profissional. Reconheço que embora tenha havido um esforço de reflexão das docentes sobre suas práticas pedagógicas atuais e consequentemente uma mudança de olhar em diferentes aspectos, não há garantias de que mudanças concretas poderão ser efetivadas. Assim, entendo que mais momentos de formação como este precisam ser oportunizados nas escolas concebendo a importância da pesquisa para a construção de conhecimentos e melhoria da prática docente, fortalecendo assim uma cultura de análise e reflexão crítica sobre o trabalho desenvolvido nas escolas.
Description: 236 f.
URI: http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/5033
Date: 2018-06-14

Files in this item

Files Size Format View Description
Vanessa Mastella Lena de Souza.pdf 3.318Mb PDF View/Open Dissertação

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account