Dosagem de concreto para elementos de vedação pré-fabricados: análise de resistência nas primeiras 24 horas e aos 28 dias de idade

DSpace/Manakin Repository

Dosagem de concreto para elementos de vedação pré-fabricados: análise de resistência nas primeiras 24 horas e aos 28 dias de idade

Show full item record

Title: Dosagem de concreto para elementos de vedação pré-fabricados: análise de resistência nas primeiras 24 horas e aos 28 dias de idade
Author: Ketzer, Ana Luiza Amaral
Abstract: indústria da construção civil vem buscando um processo de modernização, para isso é necessário também aumentar lucros e produtividade. Uma alternativa é o uso de pré-fabricados de estruturas de concreto, com isso, verificou-se a necessidade de conhecer as exigências do concreto para essa estrutura. O objetivo deste trabalho de conclusão de curso, é desenvolver um traço de concreto para a produção de placas pré-fabricadas cujo a função seja apenas de vedação, respeitando as normas brasileiras ABNT NBR 9062 (2017) e ABNT NBR 16475 (2017), que fornece como dado mínimo para o processo de desmoldagem de uma peça, o concreto deve atingir 15 MPa. Para obter esse traço, utiliza-se o método brasileiro de dosagem de concreto, IPT/EPUSP e para moldagem de corpos de prova utiliza-se a NBR 12655 (2015). Para obter os resultados, os corpos de prova são rompidos na data de desmoldagem, considerada 1 dia após a moldagem, onde o concreto deve atingir 15 MPa e posteriormente aos 7 dias e 28 dias para verificar a resistência atingida. Os dados obtidos a partir das resistências a compressão, permite que se encontre o traço definitivo ideal para a desmoldagem em 24 horas, fazendo-se o uso do Microsoft Office Excel, que possibilita obter gráficos explicativos dos cálculos desenvolvidos. O teor ideal de argamassa para a mistura foi de 48% e o traço ideal da mistura, obtido através do Diagrama de Dosagem é de 1: 1,23: 2,42 (cimento: areia: brita), como o tempo de desmoldagem é de curta duração, pode-se afirmar que a resistência mínima de desmoldagem pode alterar a resistência do projeto final, podendo afetar também nos cronogramas e até mesmo no orçamento.
Description: 57 f.
URI: http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/5342
Date: 2018-10-09

Files in this item

Files Size Format View Description
Ana Luiza Amaral Ketzer.pdf 995.9Kb PDF View/Open Monografia

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account