Identidades docentes e discentes no ensino fundamental de nove anos: de quais sujeitos estamos falando?

Show simple item record

dc.contributor.author Cyzeski, Lisandra Marlise
dc.date.accessioned 2013-04-22T11:27:50Z
dc.date.available 2012
dc.date.available 2013-04-22T11:27:50Z
dc.date.issued 2013-04-22
dc.identifier.uri http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/1624
dc.description 63 f. pt_BR
dc.description.abstract Esta monografia intitulada como: Identidades docentes e discentes no ensino fundamental de nove anos: De quais sujeitos estamos falando? Trata das identidades dos sujeitos que atuam no cotidiano das escolas da contemporaneidade, perpassadas pelas novas políticas públicas educacionais. O principal objetivo que impulsionou a produção desta pesquisa foi o de identificar e pensar os distintos sujeitos com os quais nos deparamos cotidianamente em nossas escolas, e refletir sobre o trabalho pedagógico que ai se está fazendo buscando compreender as práticas docentes de modo que estas venham a significar ações pedagógicas enriquecedoras de saberes e constituidoras de sujeitos críticos- reflexivos mais solidários e humanos. As razões por esta escolha surgiram a partir de questionamentos acerca da implementação da nova proposta do Ensino Fundamental de Nove Anos, que já está ai e que por sua vez necessita ser pensada reflexivamente, de modo que a proposta deve fazer sentido diante do processo de constituição dos sujeitos que a ela se entrelaçam, mesmo que de forma indireta. Os aportes teóricos que sustentaram o trabalho são Miguel Arroyo, Maurice Tardif e Claude Lessard, Paulo Freire, Philippe Meirieu, entre outros. Para este estudo, a metodologia de pesquisa empregada foi basicamente bibliográfica. Para ilustrar e/ou buscar elementos empíricos, foi realizada uma pesquisa de campo com leve viés etnográfico, a fim de coletar dados e também de oportunizar espaços para ouvir as manifestações dos sujeitos docentes e discentes. Os dados obtidos indicaram que tanto os mestres como os alunos estão desejosos de mudanças significativas e reais nos contextos educacionais pesquisados e apostam que a implementação do Ensino Fundamental de Nove Anos, se bem desenvolvida e acompanhada poderá oportunizar as melhorias tão sonhadas na educação, mas destacam que para tal é necessário uma longa caminhada e que o profissional docente necessita dar continuidade a sua formação, do contrário não suportará os obstáculos decorrentes do processo. Em relação a resultados, é possível afirmar que as questões relacionadas à sociedade contemporânea estão interrelacionadas aos contextos educacionais e perpassam de maneira transversal os sujeitos docentes e discentes que nela interagem, o que reflete intimamente nas imagens que construímos e que ajudamos a construir de nós mesmos e dos outros sujeitos. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Ensino fundamental de nove anos pt_BR
dc.subject Identidades pt_BR
dc.subject Educação pt_BR
dc.subject Contemporaneidade pt_BR
dc.subject Pedagogia pt_BR
dc.subject Ciências humanas pt_BR
dc.title Identidades docentes e discentes no ensino fundamental de nove anos: de quais sujeitos estamos falando? pt_BR
dc.type Monografia pt_BR
mtd2-br.advisor.instituation Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul pt_BR
mtd2-br.advisor.name Feil, Iselda Sausen


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account