A significação conceitual em química em processo orientado de escrita e reescrita e a ressignificação da prática pedagógica

Show simple item record

dc.contributor.author Wenzel, Judite Scherer
dc.date.accessioned 2014-01-08T11:36:47Z
dc.date.available 2013
dc.date.available 2014-01-08T11:36:47Z
dc.date.issued 2014-01-08
dc.identifier.uri http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/2001
dc.description 230 f. pt_BR
dc.description.abstract A discussão que perpassa a tese está inserida num contexto real de ensino de química; contempla a significação conceitual em processo de escrita e de reescrita orientada e aspectos da constituição docente. Para isso, nas aulas de química, acompanhadas pela pesquisa, diferentes instrumentos pedagógicos foram intencionalmente inseridos por possibilitarem a escrita e a reescrita de textos pelos estudantes num processo orientado pedagogicamente. Aliado a isso, fez-se um acompanhamento das aulas pela escrita em diário de bordo que, possibilitou a qualificação da reflexão do processo pedagógico vivenciado, ressignificando-o, num movimento de constituição docente. Os textos produzidos no decorrer das aulas constituem o corpus da pesquisa e para a sua análise a opção metodológica consistiu em princípios da análise textual discursiva mediante a elaboração de categorias a priori e emergentes. O referencial teórico que perpassa a tese é de cunho histórico cultural, com interlocuções entre os estudos vigotskianos e a teoria da enunciação de Bakhtin. Também foram trazidos para a discussão autores que discorrem sobre a especificidade da linguagem química e da sua importância para a significação conceitual. No percurso da tese a linguagem química é entendida como constitutiva do discurso escolar e por isso, necessária de ser significada pelos estudantes para possibilitar o seu entendimento químico. Com o referencial teórico e com a prática de ensino vivenciada foi possível depreender que o uso consciente da linguagem química pelos estudantes é condição para a formação do seu pensamento químico. E o caminho que é defendido, para isso, com base nos dados de pesquisa construídos, consiste na prática da escrita e da reescrita num processo qualificado de orientação, que estabeleça interações discursivas favoráveis. Em suma, a tese consiste num convite para repensar o ensino da química considerando-o como um processo interativo sempre mediado pelo uso intencional dos meios, pelo uso das palavras e dos conceitos próprios da química, para com isso possibilitar a significação conceitual para os estudantes. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Ensino de química pt_BR
dc.subject Escrita pt_BR
dc.subject Reescrita pt_BR
dc.subject Significação conceitual pt_BR
dc.subject Interação discursiva pt_BR
dc.subject Constituição docente pt_BR
dc.subject Educação nas Ciências pt_BR
dc.subject Ciências humanas pt_BR
dc.title A significação conceitual em química em processo orientado de escrita e reescrita e a ressignificação da prática pedagógica pt_BR
dc.type Tese pt_BR
mtd2-br.advisor.instituation Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul pt_BR
mtd2-br.advisor.name Maldaner, Otavio Aloisio


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account