O trânsito em julgado da sentença de improcedência da ação indenizatória civil com posterior condenação do autor do fato na esfera penal e a (in)existência de hierarquia entre as sentenças cível e penal

Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account