Religiosidade e mística no movimento de mulheres agricultoras de Santo Cristo/RS: um processo de constituição de identidades por meio da educação popular

Show simple item record

dc.contributor.author Andrioli, Liria Ângela
dc.date.accessioned 2018-05-07T22:15:13Z
dc.date.available 2016
dc.date.available 2018-05-07T22:15:13Z
dc.date.issued 2018-05-07
dc.identifier.uri http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/4977
dc.description 163 f. pt_BR
dc.description.abstract A presente tese tem o propósito de aprofundar a compreensão acerca dos efeitos da religiosidade e da mística na constituição das identidades femininas e as possibilidades de empoderamento a partir do Movimento de Mulheres Agricultoras, no caso específico, do município de Santo Cristo/RS. O foco é refletir sobre uma experiência de Educação Popular que apresenta em sua constituição identitária aspectos sociais e culturais que sofreram os impactos e os efeitos da religiosidade em seu modo de vida e no cotidiano de suas ações. O método utilizado foi a Educação Popular como caminho de constituição de sujeitos, de conhecimentos e de poder. Utilizando-se do processo de ação-reflexão-ação (práxis), os sujeitos da pesquisa também produzem conhecimento, ou seja, partem de sua realidade, de suas experiências de vida para produzir conhecimento. Refletir sobre a ação, em um movimento dialético entre teoria e prática, constitui-se como uma forma de aprendizagem, de realização de uma pesquisa. Na pesquisa de cunho qualitativo, foram realizadas entrevistas com algumas mulheres integrantes do movimento supracitado. Objetivando o entendimento da questão, a pesquisa buscou compreender como ocorre a constituição das identidades femininas a partir da religiosidade. Por isso, fundamentalmente entram em cena conceitos religiosos e também a relação histórica existente das mulheres com o meio ambiente natural. Na sequência, é evidenciada a dialética existente entre opressão e emancipação. Em seguida, a pesquisa ressalta os aspectos conceituais de opressão e a busca de autonomia a partir do enfoque dos movimentos sociais e da Educação Popular. Por fim, a análise centra-se na relação entre teoria e prática, enfatizando os efeitos da religiosidade na vida em comunidade e na constituição de uma identidade cultural e religiosa. Infere-se que há uma mística que transforma e empodera as mulheres em movimento e que o envolvimento eclesial com a base foi fundamental para a pastoral libertadora. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Ciências humanas pt_BR
dc.subject Educação nas ciências pt_BR
dc.subject Mulheres Agricultoras pt_BR
dc.subject Identidade pt_BR
dc.subject Educação Popular pt_BR
dc.subject Religiosidade pt_BR
dc.title Religiosidade e mística no movimento de mulheres agricultoras de Santo Cristo/RS: um processo de constituição de identidades por meio da educação popular pt_BR
dc.type Tese pt_BR
mtd2-br.advisor.instituation Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul pt_BR
mtd2-br.advisor.name Frantz, Walter


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account