Desenvolvimento profissional docente em rede na recriação da prática curricular num curso de licenciatura em computação

Show simple item record

dc.contributor.author Cambraia, Adão Caron
dc.date.accessioned 2018-05-08T21:39:45Z
dc.date.available 2017
dc.date.available 2018-05-08T21:39:45Z
dc.date.issued 2018-05-08
dc.identifier.uri http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/5022
dc.description 208 f. pt_BR
dc.description.abstract A investigação sobre o Desenvolvimento Profissional do Docente/Formador é algo em aberto no Ensino Superior. Nos Institutos Federais não é diferente. De um lado, devido à recente criação destas instituições e à exigência da Lei nº 11.892/2008 em ofertar 20% de Licenciaturas, fazendo com que existam poucos grupos de pesquisa constituídos sobre formação de professores. De outro, pela necessidade de uma recriação da prática curricular em que os professores se assumam como sujeitos ativos, articulando os diferentes núcleos formativos do curso. Diante disso, a problemática desta investigação, é: quais características do espaço formativo favorecem e limitam o DPD, numa perspectiva crítica de recriação da prática curricular pela transformação do contexto interativo? Almejando algumas respostas, criamos no curso de Licenciatura em Computação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha - Campus Santo Augusto - um grupo de estudos para formação de professores na recriação curricular, denominado: Desenvolvimento Profissional Docente na Licenciatura em Computação (DPDLiC), que teve como base teórica L. S. Vigotski, cujo princípio central consiste na concepção de que o desenvolvimento pessoal é resultado de um processo mediado histórica e culturalmente. Também nos apoiamos em Carr e Kemmis (1988), que defendem a pesquisa-ação crítica e emancipatória para promover o DPD. O DPDLiC foi composto por professores da Licenciatura em Computação e, esporadicamente, por ser um grupo aberto, participaram professores de outros cursos superiores. O objetivo foi analisar o DPD em rede na recriação da prática curricular em um Curso de Licenciatura em Computação. A tese foi desenvolvida fazendo uma análise de encontros de estudo coletivo planejado e implementado no ano de 2014. Esses encontros foram organizados de forma presencial com interação no ciberespaço, com vistas a proporcionar uma participação ativa dos professores no planejamento e recriação da prática curricular. Foram analisados oito encontros (gravados e transcritos), postagens no ciberespaço e também um livro de relatos de experiência sobre a prática profissional desenvolvida no curso. Utilizamos a Análise Textual Discursiva (MORAES; GALIAZZI, 2013) para analisar os materiais, produzindo três categorias: (i) características do DPDLiC; (ii) recriação curricular no movimento formativo vivenciado; (iii) Desenvolvimento Profissional Docente por meio da pesquisa-ação crítica e emancipatória. Da primeira, produzimos duas subcategorias: “interação licenciatura/educação básica”; “escrita hipertextual na construção de autonomia”. Da segunda categoria construímos mais três subcategorias: “interdisciplinaridade”; “projeto integrador com abordagem temática”; “currículo integrado”. A terceira categoria denomina-se ‘Desenvolvimento Profissional em Rede por meio da pesquisa-ação crítica e emancipatória’, que foi dividida em outras duas subcategorias: ‘pesquisa-ação crítica e emancipatória’ e ‘DPD em Rede’. A construção das categorias possibilitaram entender e reforçar a concepção de que os próprios professores/formadores são responsáveis pela formação de seus pares e explicitar características que limitam e/ou favorecem o DPD na recriação da prática curricular. Assim, destacamos algumas que favorecem: - complexificação do pensamento pela explicitação de sentidos e significados por meio da escrita hipertextual; - interlocução entre os sujeitos para delinear conceitos pertinentes em cada disciplina (Metadisciplina, interdisciplinaridade e transdisciplinaridade); - pesquisa sobre a prática profissional - todo professor precisa destinar um tempo para pesquisar sobre sua prática; - entrelaçamento entre presencial e ciberespaço. E, algumas que limitam: - listas de conteúdos descontextualizadas; - formação docente inteiramente direcionada para atender o mercado de trabalho, esquecendo a formação pelo mundo do trabalho; - concepção empírico-positivista da ciência; - formação de professores pautada nos modelos da racionalidade técnica. Outras características de igual importância foram destacadas na tese e, possivelmente, o leitor atento produzirá novas significações quando da leitura das categorias proporcionando um DPD permanentemente em movimento. Assim, esta tese é um convite à constituição de grupos de pesquisa-ação crítica e emancipatória como alternativa para concretizar um DPD na recriação da prática curricular. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Ciências humanas. pt_BR
dc.subject Educação. pt_BR
dc.subject Licenciatura em computação. pt_BR
dc.subject Desenvolvimento profissional docente. pt_BR
dc.subject Recriação da prática curricular. pt_BR
dc.subject Espaços interativos. pt_BR
dc.subject Escrita. pt_BR
dc.title Desenvolvimento profissional docente em rede na recriação da prática curricular num curso de licenciatura em computação pt_BR
dc.type Tese pt_BR
mtd2-br.advisor.instituation Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul pt_BR
mtd2-br.advisor.name Zanon, Lenir Basso


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account