Pós-modernidade e mal-estar: a depressão como sintoma social contemporâneo

Show simple item record

dc.contributor.author Aimi, Amanda Suelen
dc.date.accessioned 2019-02-07T22:53:55Z
dc.date.available 2018
dc.date.available 2019-02-07T22:53:55Z
dc.date.issued 2019-02-07
dc.identifier.uri http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/5654
dc.description 38 f. pt_BR
dc.description.abstract O presente trabalho tem como objetivo abordar a depressão como um sintoma social contemporâneo, enquanto efeito do discurso da sociedade pós-moderna. Perpassando pelos modelos da sociedade tradicional e moderna, adentramos nas características que compõe a pós-modernidade assim como as manifestações do mal-estar que por ela são produzidas. Assim, a partir de uma revisão bibliográfica pautada na teoria psicanalítica, buscou-se compreender de que forma se configura o patológico no ser humano e quais são as diferenças entre os casos de luto, melancolia e depressão. Por fim, aprofundou-se o conceito de depressão enquanto um estado compatível com todas as estruturas do sujeito, pensando, assim, em uma abordagem terapêutica possível para intervir nessa psicopatologia. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Ciências humanas pt_BR
dc.subject Psicologia pt_BR
dc.subject Depressão pt_BR
dc.subject Pós- modernidade pt_BR
dc.subject Sintoma Social pt_BR
dc.subject Psicanálise pt_BR
dc.title Pós-modernidade e mal-estar: a depressão como sintoma social contemporâneo pt_BR
dc.type Monografia pt_BR
mtd2-br.advisor.instituation Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul pt_BR
mtd2-br.advisor.name Heidemann, Nilson


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account