A comunidade counter-strike: análise da percepção e participação de seus jogadores

Show simple item record

dc.contributor.author Klein, Nessana
dc.date.accessioned 2019-03-04T21:47:31Z
dc.date.available 2018
dc.date.available 2019-03-04T21:47:31Z
dc.date.issued 2019-03-04
dc.identifier.uri http://bibliodigital.unijui.edu.br:8080/xmlui/handle/123456789/5767
dc.description 58 f. pt_BR
dc.description.abstract A prática de se divertir e aprender com jogos já percorre uma longa trajetória, assim como a maneira de se comunicar em sociedade. As comunidades também estiveram presentes no decorrer do tempo, pontuando preferências pessoais e seus compartilhamentos. O ciberespaço proposto por Pierre Levý trouxe novas possibilidades para jogos, comunicação e comunidades. No espaço virtual, a cultura da conexão e de convergência propostas por Henry Jenkins e a cultura participativa de Clay Shirky conceituam essas novas e futuras possibilidades, com o foco no presente e no futuro da cibercultura. Um dos jogos mais famosos mundialmente, o Counter-Strike, carrega uma comunidade altamente conectada e com “raízes já profundas”, e após tanto tempo de atividade, buscar entender o enredo dessa união de pessoas é uma proposta interessante para o estudo de games no Brasil. Através de pesquisa bibliográfica e questionário online com participantes da comunidade, o estudo de caso é realizado e tem como objetivos identificar se a comunidade se reconhece como parte desse conjunto de pessoas, quais as justificativas, como acham que contribuem para sua continuidade, se é possível comprovar a opinião que muitos tem sobre o jogo. São questionamentos propostos aos jogadores de Counter-Strike, que buscam compreender em que estágio se encontra essa comunidade atualmente, dentro de sua plataforma, o Steam, e também além dela. Através das respostas, fica explícita a importância da cultura participativa em meio a cultura de convergência, a importância de a empresa trazer os consumidores e fãs para além da superfície, resultando assim no sucesso do Counter-Strike que se perpetua há anos e é considerado um game tradicional. Isso é um reflexo da cultura participativa e serve de exemplo bem-sucedido a outras empresas que procuram alcançar esse objetivo. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Ciências sociais aplicadas pt_BR
dc.subject Comunicação social pt_BR
dc.subject Convergência pt_BR
dc.subject Cultura participativa pt_BR
dc.subject Game pt_BR
dc.subject Counter-Strike pt_BR
dc.subject Comunidade pt_BR
dc.title A comunidade counter-strike: análise da percepção e participação de seus jogadores pt_BR
dc.type Monografia pt_BR
mtd2-br.advisor.instituation Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul pt_BR
mtd2-br.advisor.name Maldaner, Nilse Maria


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account