A escuta e as palavras nos anos iniciais da vida: diálogos entre os bebês, a psicanálise e a educação infantil

Show simple item record

dc.contributor.author Fernandes, Simoni Antunes
dc.date.accessioned 2012-03-16T23:19:33Z
dc.date.available 2011
dc.date.available 2012-03-16T23:19:33Z
dc.date.issued 2012-03-16
dc.identifier.uri http://hdl.handle.net/123456789/591
dc.description Dissertação pt_BR
dc.description.abstract Esta pesquisa consiste em questionar as relações existentes entre as educadoras e os bebês de zero a três anos na Escola de Educação Infantil. No Brasil, a partir de modificações e avanços em diretrizes norteadoras das práticas educativas, a Educação Infantil passou a ser entendida como um direito da criança, ocorrendo uma mudança de enfoque onde a questão do cuidado que se atrela ao educar. Através dos referenciais teóricos da psicanálise sublinhamos que são nos anos iniciais da vida que as operações que dizem respeito à subjetivação de um sujeito, ganham primazia e dependem do entorno. Entendendo que, hoje, a tarefa de ocupar-se de bebês não é exclusividade das figuras parentais, mas também compartilhada com a Escola de Educação Infantil, os educadores assumem implicações nos processos de subjetivação daqueles que acolhem. Através da observação em uma turma de Berçário I em uma Escola de Educação Infantil, com referenciais metodológicas inspiradas em Bondioli (2004), foi possível perceber que educar bebês não é a aplicação de técnicas, ou seguir um currículo prescrito, tampouco, tomá-los apenas como corpo a ser higienizado, alimentado e protegido. Constatamos que o que se faz presente entre educadores e bebês são as relações que provocam e estruturam o desenvolvimento da subjetividade. Através de autores como Cordié (1996), Dolto (1997), Kupefer (2007) e Lojonquière (2009), levantamos a hipótese de que educar é subjetivar. Partindo da análise de cenas do cotidiano vivenciadas na Escola de Educação Infantil, foi concluído que realizar função materna, dirigindo palavras e escutando as manifestações do bebê, é tarefa importante do educador. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Educação infantil pt_BR
dc.subject Bebês pt_BR
dc.subject Psicanálise pt_BR
dc.subject Subjetividade pt_BR
dc.title A escuta e as palavras nos anos iniciais da vida: diálogos entre os bebês, a psicanálise e a educação infantil pt_BR
dc.type Dissertação pt_BR
mtd2-br.advisor.instituation Universidade Regional do Noroeste do Estado pt_BR
mtd2-br.advisor.name Weschenfelder, Noeli Valentina


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account