A atividade criadora e a imaginação no horizonte da teoria histórico-cultural: desafios para pensar a linguagem e a escrita gráfico-plástica das crianças

Show simple item record

dc.contributor.author Tolotti, Calima de Oliveira
dc.date.accessioned 2021-03-30T12:52:16Z
dc.date.available 2020-08-26
dc.date.available 2021-03-30T12:52:16Z
dc.date.issued 2021-03-30
dc.identifier.uri https://bibliodigital.unijui.edu.br:8443/xmlui/handle/123456789/7067
dc.description 43 f. pt_BR
dc.description.abstract A presente pesquisa trata sobre a atividade criadora e a imaginação como dimensões de expressão e de conhecimento das crianças. Foca o tema no horizonte da Educação Infantil e problematiza a importância de a professora pedagoga reconhecer essas dimensões expressivas e oportunizar situações para a expressão da criatividade das crianças. Chegou-se a essa temática a partir da vontade de entender melhor o lugar das linguagens visuais para a comunicação e aprendizagem da criança. Ancoradas em textos de Lev Vygotsky e na teoria histórico cultural, tratou-se da atividade criadora como uma forma pela qual a criança apropria-se dos artefatos culturais e científicos, acessa padrões estéticos e, também, elabora dimensões afetivas, fazendo relações com experiências anteriormente vivenciadas. Diante de tais estudos, chega-se à noção de linguagem gráfico-plástica, termo que se refere aos modos como as crianças manifestam suas primeiras escritas visuais, e, por meio delas, expressam-se e se comunicam entre si e com os demais. Por fim, entende-se que as crianças são parte de uma sociedade que se faz por sobre processos linguísticos, históricos e sociais, e, assim, é aprendido mediante processos de interação e mediação sociocultural. Nesse sentido, cabe à escola ser agente propositivo desse processo de inserção social, e a cada professor assumir sua tarefa de interlocutor diante do processo de ensino e aprendizagem das crianças. Oportunizar às crianças o acesso ao patrimônio científico, cultural e artístico e promover situações de aprendizagem, portanto, são compromissos da escola. Desenvolver e enriquecer a linguagem em suas potencialidades constituem uma tarefa que vai ao encontro da abordagem histórico-cultural. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.relation.ispartofseries Monografia;
dc.subject Ciências Humanas pt_BR
dc.subject Pedagogia pt_BR
dc.subject Atividade criadora pt_BR
dc.subject Escrita gráfico-plástica pt_BR
dc.subject Alfabetização visual pt_BR
dc.subject Educação escolar pt_BR
dc.title A atividade criadora e a imaginação no horizonte da teoria histórico-cultural: desafios para pensar a linguagem e a escrita gráfico-plástica das crianças pt_BR
dc.type Monografia pt_BR
mtd2-br.advisor.instituation Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul pt_BR
mtd2-br.advisor.name Johann, Maria Regina


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account