Educação infantil: contribuições das brincadeiras no processo de socialização da criança na escola - uma perspectiva Vigotskiana

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
2024-03-14
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
Resumo
As crianças são sujeitos históricos e de direitos que, nas interações, relações e práticas cotidianas que vivenciam, constroem sua identidade pessoal e coletiva; brincam, imaginam, fantasiam, desejam, aprendem, observam, experimentam, narram, questionam e constroem sentidos, sendo produtoras de cultura e construtoras de sua própria autonomia. Ao brincar, a criança não apenas expressa e comunica suas experiências, mas também as reelabora, reconhecendo-se como sujeito pertencente a um grupo social e a um contexto cultural, aprendendo sobre si mesma, sobre os homens e suas relações no mundo, e os significados culturais do meio em que está inserida. Por isso, a brincadeira na Educação Infantil é um fator muito importante e contribui para o desenvolvimento e a socialização da criança na escola. Mediante esta pesquisa busco destacar a constituição do sujeito por meio do lúdico e reconhecer avanços no desenvolvimento e na socialização da criança na escola nessa etapa de escolarização. Também busco destacar a teoria de Vygotsky no que diz respeito às interações das crianças com os pares. Além de pensar no desenvolvimento e na socialização da criança, pretendo conhecer as especificidades acerca da brincadeira nessa etapa escolar, auxiliando em suas contribuições para a formação de seres críticos e pensantes dentro da sociedade por intermédio do brincar e do socializar, conhecendo, assim, sobre a importância desse processo de socialização e aprendizagem das crianças por meio da brincadeira e contribuindo na minha formação e constituição docente. Palavras-chave: interação; professor; aprendizagem; desenvolvimento.
Descrição
33 f.
Palavras-chave
CIÊNCIAS SOCIAIS::Ciências sociais::Educação
Citação
Coleções