Programa de Pós-Graduação em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade - Mestrado

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 5 de 8
  • Item
    Saneamento e sustentabilidade nas pequenas cidades: o protagonismo da gestão pública
    (2023-12-20) Oliveira, Fernanda Gewehr de
    O estudo tem como tema o saneamento básico em dois municípios pequenos, com a delimitação de até 10 mil habitantes. O objetivo geral foi analisar o saneamento básico e o desempenho da gestão municipal, os instrumentos jurídicos e sua efetiva utilização, perspectiva multitemática da Agenda 2030 e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), com enfoque na água potável e saneamento (6) e em cidades e comunidades sustentáveis (11). Tem como proposta metodológica o recorte teórico e legal do tema, o estudo de caso dos municípios de Catuípe e Campina das Missões, ambos situados no Estado do Rio Grande do Sul, e a utilização da metodologia I.D.M (Innovation Decision Mapping) adaptada para conseguir delinear um panorama da situação fática através dos diagnósticos produzidos pelos municípios como requisito para a elaboração dos planos de saneamento básico, sendo apresentado ao final um infográfico com as informações extraídas. Os resultados demonstram similaridades e discrepâncias. As metas são definidas a curto, médio e longo prazo e têm o investimento orçamentário como base para sua realização, seja para melhorar ou ampliar o saneamento. A vigilância da água no urbano e rural é questionável, a cobertura da rede de esgoto é limitada a poucos domicílios ou ao uso integral. Ambos têm ausência de inventário sobre a rede de drenagem e manejo das águas pluviais, e os resíduos sólidos são levados por empresas terceirizadas ao aterro sanitário de Giruá. Os resíduos da saúde são recolhidos por empresas especializadas, havendo pouco estímulo quanto a logística reversa, recolhimento de medicamento e objetos eletrônicos. Também não há um incentivo direto aos catadores, além de a educação ambiental ser indefinida. Conclui-se que planos de saneamento devem ser implementados através de ações integradas da gestão municipal com uma participação social ativa, levando à melhoria na infraestrutura para que as dimensões do saneamento alcancem a universalidade, efetivem o direito à cidade e aumentem a sustentabilidade local. Palavras-chave: Desenvolvimento Sustentável; Agendas Urbanas; Direito à Cidade; Governo Municipal; Agenda 2030.
  • Item
    Decolonialidade, política e ecologia: perspectivas de gestão unificada dos Commons na América Latina
    (2023-12-20) Müller, Marjorie Reis
    Esta dissertação tem como objeto de pesquisa verificar a existência de possibilidades de construção do conhecimento e da política ecológica a partir do Sul global, visando à proteção dos commons. A retomada do processo histórico da política dos países da região considerou ás influências da colonialização e do capitalismo hegemônico. A pesquisa teve como metodologia a revisão bibliográfica e documental pautada em consultas de legislação, livros, artigos, dissertações e teses, sendo exploratória quanto aos objetivos e de abordagem qualitativa. Quanto aos procedimentos e interpretação utilizou-se o método fenomenológico. Observou-se que a América Latina possui importante concentração de reservas de água, florestas e biodiversidade, e que essa riqueza está sob alto risco de destruição em prol do desenvolvimento econômico. Apesar das vantagens sociais e ambientais de políticas unificadas o cenário não é promissor e tal possibilidade parece muito distante. Conclui-se, portanto, que os avanços almejados dependem da intensificação de debates sobre a pauta ambiental nos meios sociais e acadêmicos através de abordagens que invoquem a consciência histórica e a lucidez ética dos indivíduos. Somente a educação poderá criar uma consciência coletiva com força suficiente para mudanças políticas efetiva. Palavras-chave: Colonialismo. Decolonialismo. Ecologia-política. Sul-global.
  • Item
    Diagnóstico de um serviço de alta complexidade para crianças e adolescentes como forma de promover sustentabilidade social
    (2023-12-04) Gonçalves, Fabiana Pires
    Esta dissertação socializa os resultados de estudos desenvolvidos no Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí e, insere-se na linha de pesquisa 2. A estrutura e convívio familiar são de significativa relevância para a formação e desenvolvimento do ser humano. Entretanto, este espaço de convivência pode, em alguns casos, causar danos à criança ou adolescente, promovendo situações de vulnerabilidade. Nestas circunstâncias, ocorre a retirada destes do núcleo familiar, e o abrigamento em instituições capazes de acolher as suas necessidades. Objetiva-se com este trabalho apresentar algumas melhorias no atendimento no processo de evolução dos modelos adotados para a institucionalização infantil brasileira. Para tanto, encontra-se dividido em quatro capítulos; o primeiro capítulo traz uma revisão da literatura refletindo a respeito da proximidade da Política Nacional de Assistência Social (PNAS) e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). O segundo capítulo aborda aspectos referentes à institucionalização infantil, os serviços de acolhimento institucional para crianças e adolescentes, seu histórico e melhorias observadas pela literatura. O terceiro capítulo adentra em um serviço de acolhimento real, observando a teoria e a prática, especialmente, analisando duas décadas de acolhimento diagnosticando o banco de dados do Instituto Lar Bom Abrigo Gessy de Vlieger Ferreira (ILBA), no município de Ijuí, RS. O quarto e último capítulo contextualiza o processo de urbanização e as situações de acolhimento institucional no período da pandemia refletindo a respeito das desigualdades sociais intensificadas pela COVID 19. Para a realização deste estudo, optou-se por uma investigação de cunho descritivo, exploratório, analítico e transversal. A instituição analisada, no início de suas atividades, acolhia apenas meninas, passando a acolher meninos em 2012; as referências familiares predominantes referem-se a “pai e mãe”; o principal motivo do acolhimento foi a negligência e o retorno ocorreu principalmente aos cuidados da mãe. Diante do estudo, evidencia-se a proximidade do assistente social com a questão ambiental, especialmente na garantia de direitos, no trabalho crítico, provocando a população a questionar o modelo econômico posto, em que a qualidade de vida e o bem viver são ditados pela renda ou ausência dela. Acerca do acolhimento, verifica-se que a evolução dos modelos adotados para a institucionalização infantil buscou melhorias na qualidade de atendimento, confirmada pela evolução legal da infância. Desta forma, a promoção de ações planejadas visa à redução de danos, respeitando a subjetividade desses sujeitos em desenvolvimento. Para desenvolver as atividades institucionais durante a pandemia ocasionada pelo vírus COVID-19, foram realizados protocolos de contenção cujos planos de contingência foram orientados pelos órgãos de saúde competentes. Palavras-chave: Acolhimento. Institucionalização. Sustentabilidade.
  • Item
    Biologia floral e reprodutiva de Linun usitatissimum L. (Linaceae), aspectos citogenéticos, fenológicos e sua contribuição para a sustentabilidade dos agroecossistemas
    (2023-10-30) Sfalcin, Inaê Carolina
    O crescimento populacional e a perda de diversidade biológica têm gerado preocupações em nível global quanto à produtividade das culturas, a sustentabilidade da cadeia produtiva e a manutenção da segurança alimentar. A linhaça, semente do linho (Linum usitatissimum L.), desponta como uma alternativa emergente, sendo reconhecida por seu potencial nutricional, farmacológico, químico e de produção com baixo impacto ambiental. No Brasil, as condições edafoclimáticas que permitem o cultivo do linho se concentram na região Sul, mas a falta de conhecimentos básicos acerca da biologia e do desenvolvimento da planta nas condições deste território ainda limitam a produção. Compreender a ecologia reprodutiva de culturas de importância econômica é fundamental no aumento da produtividade. Por se tratar de uma espécie que gera produtos de alto valor nutracêutico e com práticas de cultivo protetivas ao ambiente, torna-se imprescindível promover pesquisas na expansão do cultivo do linho em regiões que oportunizam seu desenvolvimento, alinhando-se ao atendimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. Desta forma, esta pesquisa objetivou conhecer a biologia floral e a estabilidade reprodutiva de Linum usitatissimum L., contribuindo com o fomento de cultivos sustentáveis para a região produtiva do sul do Brasil. Para isso, foram conduzidas pesquisas para identificar os caracteres fenotípicos florais, a biologia reprodutiva e os componentes citogenéticos de genótipos de linhaça marrom e dourada, bem como, registrar a composição de visitantes florais em suas inflorescências e, ainda, propor uma escala fenológica para CISJU21, uma cultivar aclimatada e registrada no Estado do Rio Grande do Sul. Foram aplicados procedimentos metodológicos específicos em cada capítulo, e os resultados geraram uma descrição botânica reprodutiva da espécie, da fenologia reprodutiva e da dinâmica da antese floral, além de discutida a ecologia da polinização, atestando uma série de polimorfismos florais e da variabilidade genética existente nos genótipos. Bem como, produzida uma prancha botânica para a espécie e proposta uma escala fenológica baseada em tempo após o plantio, exigência térmica e descrição de eventos fenológicos. Foi reconhecida a estabilidade reprodutiva de genótipos com base em parâmetros citogenéticos e definido o sistema reprodutivo misto de autogamia facultativa para L. usitatissimum, em que autopolinização e polinização cruzada são hábeis na mesma flor, e apomixia, dicogamia e cleistogamia não ocorrem. Foi identificada a ocorrência de morfos florais hercogâmicos e evidenciada a importância de vetores de pólen para a fecundação de flores de linho. Foram relatadas espécies de visitantes florais, pilhadores e polinizadores associados ao cultivo do linho, e registrado o coleóptero Astylus quadrilineatus (Germar, 1825) como espécie-praga, em virtude dos danos causados nas estruturas reprodutivas. O cultivo da linhaça fornece serviços de polinização e desempenha um papel importante na redução do impacto ambiental das atividades agrícolas. Os estudos relativos à biologia floral e reprodutiva, aos aspectos citológicos e aos polinizadores do linho são pioneiros no país, com resultados inéditos. Espera-se que os contributos desta dissertação possam colaborar com futuras estratégias agroambientais na expansão da cadeia produtiva da linhaça e no desenvolvimento sustentável da região Sul do Brasil. Palavras-Chave: Biologia da polinização, linhaça, linho, melhoramento genético vegetal, produção sustentáve
  • Item
    Nascentes de água pertencentes à bacia hidrográfica do Rio Ijuí em área rural: qualidade da água e entorno, biodiversidade, bioindicadores e educação ambiental
    (2023-05-16) Jung, Márcia Sostmeyer
    A água é essencial para a vida, desenvolvimento de atividades humanas e manutenção da biodiversidade, mas sua disponibilidade vem sendo comprometida pelo crescimento populacional, expansão das atividades econômicas e mudanças climáticas que ameaçam afetar o equilíbrio do ciclo hidrológico. As nascentes possuem posição de destaque no ciclo hidrológico por formar e manter cursos d’água, fornecem água para consumo humano, dessedentação de animais e irrigação de cultivos e são essenciais na manutenção da biodiversidade. Em áreas agrícolas, são comprometidas pelo uso e manejo inadequado do solo, processos erosivos e ocupação de áreas de recarga e de preservação permanente por atividades agropecuárias. Os impactos ocorrem pela redução na infiltração da água da chuva, ausência do processo de recarga, assoreamento/obstrução do afloramento, lixiviação e carreamento de fertilizantes, agrotóxicos, dejetos animais e outros resíduos. O objetivo do estudo é analisar nascentes de água pertencentes à bacia hidrográfica do rio Ijuí, em área essencialmente agrícola, considerando indicadores físicos, químicos, microbiológicos e resíduos de agrotóxicos na água, bem como, avaliação citogenotóxica em células de Allium cepa. Analisar a integridade ambiental das nascentes e entorno e de bioindicadores macroinvertebrados bentônicos presentes nestes ambientes aquáticos. Por fim, desenvolver ações de educação ambiental com alunos e professores de escola rural e entrevista com agricultores de onde as fontes de água foram estudadas para registro e análise das percepções referentes à importância das nascentes. O estudo foi realizado no noroeste do estado do Rio Grande do Sul na bacia hidrográfica do rio Ijuí, com metodologias específicas nas quatro estações do ano. A vegetação, uso por humanos e animais e a acessibilidade foram parâmetros macroscópicos que mais afetaram o estado de preservação pelo método IIAN. A utilização de indicadores físicos, químicos, microbiológicos e resíduos de agrotóxicos consorciados com o bioensaio Allium cepa e os macroinvertebrados bentônicos se mostrou eficiente para analisar a qualidade da água e do entorno, bem como as pressões antrópicas existentes, fornecendo subsídios para planos de preservação e conservação de nascentes. A avaliação da percepção ambiental mostrou a importância das vivências e da interação com as nascentes para a geração de impressões e marcas que culminaram na formação de gerações conscientes da necessidade de cuidar destes ambientes. As escolas e famílias possuem papel fundamental na formação da percepção ambiental de novas gerações que buscam o desenvolvimento de forma sustentável garantindo a sustentabilidade da vida.